TOP

Mesa diretora da Câmara de João Pessoa(PB-Brasil)mostra agilidade e uma nova dinamica

 

Formação de comissões, valorização de servidores e melhorias na estrutura da sede do Poder Legislativo municipal foram algumas das primeiras iniciativas da gestão

Passado o primeiro trimestre de 2017, já é possível identificar a marca da atual Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP): eficiência e velocidade nas ações. Nesses primeiros 100 dias, a sede do Poder Legislativo passou por melhorias, comissões foram instituídas e servidores, valorizados. “Foram 100 dias de muito trabalho, com foco na celeridade e transparência dos trabalhos”, resume o presidente da CMJP, vereador Marcos Vinícius (PSDB).

Empossada em 1º de janeiro de 2017, a Mesa Diretora não tardou a arregaçar as mangas e trabalhar. Composta, além do presidente Marcos Vinícius, pelos vereadores Lucas de Brito (PSL), 1º vice-presidente,; João dos Santos (PR), 2º vice-presidente; Raíssa Lacerda (PSDB), 1ª secretária; Dinho (PMN), 2º secretário; e Eduardo Carneiro (PRTB), 3º secretário, a gestão começou por arrumar a casa ainda durante o recesso parlamentar.

A Mesa investiu em melhorias, tanto de infraestrutura quanto de pessoal. Fez reformas nos gabinetes e reestruturou o Plenário Senador Humberto Lucena, consertando o painel eletrônico, utilizado durante as votações, e ampliando o comitê de imprensa. Também disponibilizou internet gratuita e de qualidade para os visitantes e, ainda, trabalhou a fachada e jardins da Casa Napoleão Laureano. Também concedeu um reajuste acima da inflação aos servidores efetivos da Casa, além de promover capacitação e melhoria das condições de trabalho.

“Entendemos que as condições de trabalho e a valorização dos servidores são fundamentais para que a Câmara possa devolver um bom trabalho sobre os anseios da população, no que diz respeito às garantias de direito e bem estar do povo, e fizemos isso com a atenção e o respeito, dentro das nossas possibilidades e responsabilidades jurídicas”, comentou Marcos Vinícius.

Comissões especiais

Assim que os trabalhos legislativos tiveram início, a Mesa Diretora instalou três comissões especiais com foco na celeridade e transparência: a Comissão Revisão do Regimento Interno, da Reforma da Lei Orgânica e das Leis Caducas. “Todas já estão mostrando os primeiros resultados, prestando assim um importante serviço à população”, afirmou o presidente da CMJP.

Buscando cada vez mais transparência, a Mesa Diretora também determinou que, além da TV, todas as sessões, assim como os telejornais da Casa, fossem transmitidos pela Internet, ao vivo, permitindo que os pessoenses possam acompanhar o trabalho dos vereadores em qualquer dispositivo, seja televisão ou celular.

Em outra medida, a Mesa Diretora também determinou que as mensagens do Executivo sejam encaminhadas, assim que chegam à Casa Legislativa, diretamente para os gabinetes de todos os vereadores, impedindo os pedidos de vista no plenário e melhorando a produtividade.

Com foco no atendimento direto à população, a Mesa Diretora também estabeleceu uma parceria inédita com a Defensoria Pública do Estado, que irá disponibilizar consultoria jurídica no anexo da Casa Napoleão Laureano para atender aos que necessitam de um advogado, mas não têm condições de pagar por um.

E ainda neste mês de abril, a CMJP dará início ao projeto Câmara do Seu Bairro, que vai levar os vereadores para ainda mais perto da população, que terá a oportunidade de cobrar melhorias para o seu bairro, cara a cara com os parlamentares. Será sempre na última sessão de cada mês.

Espaço para a cultura

A Comunicação da Casa Napoleão Laureano também merece destaque. Além de instrumentos de transparência, as redes sociais, o portal CMJP e a TV Câmara também têm fomentado a cidadania e oferecido um material com serviços em beneficio da população. A TV, inclusive, tornou-se uma referência nacional em termos de televisão legislativa.

Somente nas últimas semanas, caravanas do Legislativo de Campina Grande e de Aracaju (SE) estiveram na Câmara de Vereadores da Capital para conhecer de perto a estrutura e a grade da TV Câmara JP.

Em fevereiro, a TV Câmara transmitiu, ao vivo, o Folia de Rua e o Carnaval Tradição, sinalizando que, cultura, é uma das bandeiras da gestão. A iniciativa, inédita, atraiu a atenção do ministro da Cultura, Roberto Freire, que acabou por receber em seu gabinete, em Brasília, uma comitiva reunindo o presidente da CMJP, Marcos Vinícius, e integrantes do Folia de Rua e do Carnaval Tradição. No encontro, Freire se comprometeu a apoiar os festejos momescos na capital paraibana nas próximas edições.

André Cananéa

Read More
TOP

Homem é espancado na rodoviária de Mogi após denúncia de pedofilia.

Madrasta de menina de 11 anos marcou encontro no lugar da criança.
Mensagens foram entregues à polícia pelo pai para investigação.

Pai levou para a polícia mensagens que teriam sido trocadas pelo WhatsApp com suspeito de pedofilia em Mogi (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

Um homem de 28 anos foi espancado no Terminal Rodoviário de Mogi das Cruzes na tarde de sábado (16). O pai de uma menina de 11 anos contou que o suspeito enviava mensagens para o WhatsApp do celular da filha dele com fotos do próprio corpo e pedia imagens da menina pelada. O pai relatou à polícia que começou a se passar pela menina, junto com a madrasta dela, e eles combinaram o encontro com o suspeito na rodoviária, onde a agressão ocorreu.

O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes com base no artigo do Estatuto da Criança e do Adolescente que trata de “aliciar, assediar, instigar ou constranger.” O suspeito não foi levado para a delegacia porque precisou ser hospitalizado no Hospital Luzia de Pinho Melo, mas no boletim de ocorrência consta que ele é “averiguado”.

O pai levou para a polícia cópias das mensagens, que foram anexadas ao boletim de ocorrência.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que o hospital não autorizou a divulgação do estado de saúde do suspeito.

Mensagens
O pai da menina contou na delegacia que na madrugada de 27 de março um estranho fez contato com o celular da filha dele pelo WhatsApp. Segundo o pai, havia a mensagem “oi” e a foto de um pênis. O pai ainda relatou que a filha viu a mensagem por volta das 10h e entregou o celular para a madrasta, que respondeu “oi, quem é?”.

Mensagens foram anexadas a boletim de ocorrência (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

Ainda de acordo com o pai, houve resposta apenas às 11h19. Segundo o boletim de ocorrência, a madrasta se passou pela criança e começou a conversar com o suspeito. O pai disse que ele próprio também se passou pela filha na tentativa de descobrir o que o homem queria com a criança. Desde então, segundo o pai, a criança não falou com o suspeito. Ainda de acordo com o pai, as conversas foram se prolongando e o homem pedia abertamente fotos da menina pelada, perguntava sobre o corpo, etc.

 

Read More
TOP

Suíça diz que que o país foi altamente afetado pelo escândalo da Petrobras(Marina Wentzel Wentzel-BBC)

Desdobramentos da operação Lava Jato gerou investigações e denúncias de lavagem de dinheiro contra bancos do país

As investigações do Ministério Público suíço sobre contas suspeitas de movimentarem dinheiro obtido no esquema de corrupção na Petrobras ainda não foram encerradas, mas o órgão já afirma que o centro financeiro do país foi seriamente afetado pelo escândalo.As apurações da operação Lava Jato no Brasil sobre a corrupção na estatal chegaram a contas suspeitas no exterior, grande parte delas na Suíça.

Mas qual é a dimensão do impacto do escândalo brasileiro sobre o sistema financeiro suíço?-Procurado pela BBC Brasil, o Ministério Público em Berna diz que o escândalo gerou denúncias de lavagem de dinheiro em níveis “muito acima da média” e que isso desencadeou extensas investigações – que ainda estão em andamento.

“Os resultados iniciais das investigações indicaram que o sistema financeiro da Suíça foi seriamente afetado pelo escândalo, uma vez que diversas pessoas e companhias que já foram indiciadas e condenadas no Brasil conduziam transações suspeitas envolvendo contas na Suíça”, afirmou a porta-voz Walburga Bur.

Nesta semana, a agência reguladora do mercado financeiro suíço, FINMA, anunciou ter aberto investigações contra três bancos que não observaram as práticas de combate à lavagem de dinheiro em contas relacionadas ao escândalo da Petrobras.

(mais…)

Read More
TOP

Turismo da paraíba vai ao Rio Grande do Sul com 14 mil operadores

PBTur vai divulgar Destino Paraíba para 14 mil profissionais  durante Festival de Turismo de Gramado

Os principais roteiros da Paraíba serão apresentados numa das maiores vitrines do turismo brasileiro: o Festival de Turismo de Gramado, realizado na Serra Gaúcha. O evento começa nesta quinta-feira (5) e segue até sábado (7), reunindo os maiores expositores do turismo nacional e internacional. A expectativa da organização do evento é de que aproximadamente 14 mil profissionais e mais de 65 destinos internacionais participem da feira.

De acordo com o diretor de Marketing da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Luciano Lappa, o evento é considerado a principal feira geradora de negócios da América Latina, respaldado pelos países que integram o Mercosul, como Brasil, Argentina, Chile e Uruguai. O executivo afirma que a Paraíba buscará estreitar o relacionamento e as ações que vem sendo desenvolvidas junto aos mercados argentino, chileno e uruguaio.

“É fundamental estarmos juntos desses mercados, além do nacional, porque precisamos intensificar o processo de divulgação para despertar o interesse desses turistas de conhecerem a Paraíba”, pontua Luciano Lappa. Durante o festival, além da distribuição de material institucional sobre a Paraíba, que será feita no estande, o diretor pretende agendar alguns contatos para prospectar novas ações junto ao Mercosul.

Luciano Lapa lembra que a PBTur vem trabalhando o mercado argentino há três anos, e iniciou uma etapa de aproximação com operadores do Chile e Uruguai, esse segundo mercado com a chancela da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). “É um trabalho a longo prazo, mas é fundamental que estejamos próximos desses mercados, mostrando que temos interesse desse intercâmbio”, enfatiza o diretor da PBTur.

Nesse processo, destaca Luciano Lapa, a parceria com todo o trade paraibano tem sido um diferencial. No estande da Paraíba no Festival de Gramado há espaço para que o setor hoteleiro e as prefeituras possam apresentar seus produtos aos profissionais de turismo nacional e internacional. “Essa sempre foi a política adotada pelo Governo do Estado, de proporcionar essa parceria em prol do desenvolvimento do nosso turismo”, disse.

 

 

 

Read More
TOP

Governador Ricardo Coutino demite a Chefe da Chefe do Gabinete da Paraíba

 Ricardo Coutinho exonera Chefe da Casa Civil do Governo.A publicação do ato será feita na edição desta quarta-feira (4) no Diário Oficial do Estado.

A Chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Léa Silva Santos (DEM) foi exonerada do cargo. A publicação do ato do governador Ricardo Coutinho será feita na edição desta quarta-feira (4) no Diário Oficial do Estado.

De acordo com as informações, Ricardo não teria digerido o posicionamento da secretária. Ela comentou e deu apoio a uma postagem do vice-prefeito Júnior Araújo (PTB) lamentando a troca troca da empresa prestadora de serviço de hemodiálise no Hospital Regional de Cajazeiras (HRC). “A vida  é feita de ciclos, outras oportunidades virão e esse momento será superado. Avante guerreiro Júnior Araújo”.

As informações são de que o governador tratou o ato da secretária como insubordinação e teria perdido a confiança que o cargo exige. A mudança de empresa para prestação do serviço de hemodiálise se deu em função de um melhor atendimento ao povo, ou seja, uma ampliação no atendimento. (Redação da Secretaria e Subnews.com.com .br)

 

Read More
TOP

Prazo para envio dos dossiês dos prêmios dos Mestres da Educação

A Secretaria de Estado da Educação (SEE) prorrogou o prazo para o envio dos dossiês, referentes aos Prêmios Mestres da Educação e Escola de Valor. Agora, os professores e escolas têm até o dia 6 de novembro, próxima sexta-feira, para enviar o dossiê com os documentos necessários para concluir a participação na premiação.

Os professores e escolas que tiveram sua inscrição homologada devem enviar o dossiê, composto pelo relatório de execução do projeto/relatório de execução do Projeto de Intervenção Pedagógica, documentos comprobatórios, autoavaliação e justificativa, via sistema online, conforme instruções disponibilizadas no endereço eletrônico www.mestresdaeducacao.pb.gov.br. Lembrando que os documentos devem ser enviados em um único arquivo, em formato PDF, com até 30 MB.

De acordo com as informações publicadas nos editais no último dia 29 de outubro, o dossiê também poderá ser remetido à Secretaria de Estado da Educação, em formato PDF, exclusivamente em CD-Rom, em duas vias, por meio de postagem do tipo Sedex junto à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos para o endereço: Secretaria de Estado da Educação da Paraíba – SEE-PB. Centro Administrativo Integrado – Bloco 1 – Bairro de Jaguaribe – João Pessoa/PB. CEP.: 58015-900. Gerência Executiva de Recursos Humanos – 4º andar.

O dossiê também poderá ser entregue de modo presencial, em CD-Rom e em duas vias, no mesmo endereço, no horário das 8h às 12h e das 13h30 às 16h30, em dias de expediente. Informamos ainda que quem já enviou o dossiê de forma online ou por postagem não precisa encaminhar  de forma presencial, pois apenas um e o 1º dossiê enviado à SEE será analisado pela comissão avaliadora dos prêmios.

A homologação da participação de professores e escolas nos prêmios será divulgada no dia 10 de novembro no endereço eletrônico já citado acima. De 10 a 30 de novembro, acontecerá a análise do projeto e do dossiê enviados e no dia 10 de dezembro acontecerá a divulgação dos professores e escolas contemplados com os prêmios.((texto:assessitécia de,Assitencia de Comunicação e Sebwes.com.br)

 

Read More
TOP

Feira de Tecnologia na de Campania Grande inicia quarta-feita 28

Evento contará com diversas atividades paralelas, como a Rodada de Negócios da Economia Digital
Com o tema “Inovação Colaborativa e Sustentável”, a 13ª Feira de Tecnologia de Campina Grande (Fetech) terá início na próxima quarta-feira (28) e criará um diálogo com universidades, empreendedores e público geral sobre os problemas e soluções inovadoras focadas na preservação do meio ambiente. O evento será realizado na Central de Aulas da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e segue até o sábado (31).

Este ano, o evento ganhou um incremento a mais, a 1a Rodada de negócios da Economia Digital, que acontecerá na quarta-feira (28), com cerca de 10 empresários paraibanos. Conforme a analista técnica do Sebrae em Campina Grande e gestora do projeto Sow de Economia Digital, Ivana Sena, a Rodada irá fomentar a demanda do mercado local. “Vamos expor as empresas e suas soluções. As negociações serão em torno de soluções para automação, software, entre outras da economia digital”, falou, acrescentado que a ideia da Feira deste ano é criar um local propício aos negócios.

Durante os quatro dias da Fetech, acontecerão diversos eventos paralelos, como a I Olimpíada da Inovação da Paraíba, uma maratona de jogos digitais (Fetech Game Jam), uma Feira de Artesanato Sustentável, o Congresso de Inovação, Ciências Ambientais e Sustentabilidade, além da exposição de projetos de tecnologia e encontros de negócios para os empresários do setor. A Olimpíada da Inovação, que acontecerá durante os quatro dias da Fetech, terá como tema “Ideias e Soluções Criativas” e o foco será a apresentação de ideias e soluções para problemas de organizações governamentais, empresas e sociedade em geral. Além de promover a articulação com as instituições de ensino e empresas que estejam desenvolvendo ações inovadoras, o evento estimulará a criatividade e o empreendedorismo na Paraíba.

“Nesta primeira edição, a Olimpíada já está sendo um sucesso. A começar pelo número de propostas de 158 soluções inscritas, o que superou as expectativas da organização do evento. Uma das marcas da Fetech sempre foi antecipar tendências, pois o evento traz à tona temas específicos visando antever o futuro”, disse a diretora geral da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB) e secretária de Ciência e Tecnologia do Estado, Francilene Garcia.

Já a Feira de Artesanato Sustentável, outro atrativo da Fetech, é uma parceria entre a Fundação, o Instituto Tecnológico de Campina Grande (ITCG), as empresas Made In Paraíba e Ciclos. Os artesãos participaram de uma seleção, que avaliou se suas peças se enquadram no perfil do evento. Os selecionados participam gratuitamente, para comercializar peças de artesanato sustentável, com materiais recicláveis como sucata, jornal, entre outros.

A Fetech é realizada pelo PaqTcPB, Sebrae, UEPB, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), com apoio da prefeitura municipal, governo Estadual, Centro de Tecnologia Telmo Araújo (Citta) e sistema Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep) e Senai. O evento faz parte da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

Read More
TOP

Parece que desta vez Pizzolato chega ao Brasil numa chegada da prisão

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Antonio Cruz deve chegar no Brasil nesta sexta para cumprir sua pena por causa do mensalãoEm meio às investigações do esquema de desvios descoberto na Petrobras pela operação Lava Jato, o país deve assistir nesta sexta-feira ao desfecho daquele que, até pouco tempo atrás, era considerado por muitos o maior escândalo de corrupção da história recente do país: o mensalão.

Enquanto alguns dos pivôs do caso já foram até libertados – entre eles o ex-ministro José Dirceu, que voltou para a cadeia indiciado na Lava Jato –, o imbróglio envolvendo Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil, tende a terminar só agora, com sua extradição da Itália para o cumprimento de sua pena.

Condenado a 12 anos e 7 meses por corrupção passiva, peculato (desvio de recursos públicos) e lavagem de dinheiro, ele fugiu do Brasil em 2013 para evitar a prisão. Após operação da Interpol, foi localizado e preso em fevereiro do ano passado no país europeu, onde entrou usando os documentos de seu irmão Celso, morto na década de 1970.

Por ter cidadania italiana, ele esperava escapar de ser devolvido ao Brasil. Após uma longa batalha judicial, porém, acabou tendo suas expectativas frustradas e já é esperado na Penitenciária da Papuda, em Brasília.Nesta quinta, ele foi entregue pelas autoridades italianas à Polícia Federal brasileira, que o escoltará em um voo comercial de Milão, no norte do país europeu, para São Paulo. A expectativa é de que ele chegue ao Brasil nesta sexta.

 

Última cartada

Na tentativa de evitar a extradição, Andrea Haas, mulher de Pizzolato, fez na quarta-feira um último apelo em uma carta aberta ao ministro da Justiça da Itália, Andrea Orlando.No texto, publicado pelo jornal Il Manifesto, ela afirma que as prisões brasileiras são um perigo não apenas para os detentos, mas também para suas famílias.Segundo Andrea, os presos são submetidos a condições desumanas. E os familiares, continua, são humilhados, sofrem extorsões e até violência. A revista íntima, diz, é “tortura legalizada”.

“Me perdoe a crueza do que estou para escrever, mas no Distrito Federal, onde se encontra o presídio da Papuda, ao qual o governo brasileiro e o seu governo destinaram meu marido, ainda é permitida a revista íntima que consiste na obrigação para as visitantes, inclusive idosas, deficientes e jovens, de despirem-se, agacharem-se e mostrarem o ânus e a vagina para que as agentes carcerárias possam verificar se elas escondem objetos ilícitos”, escreve a mulher de Pizzolato.

(Foto: Divulgação/TV Brasil)Image copyrightDivulgacao l TV Brasil
Image captionAlguns dos condenados pelo mensalão já foram soltos – e até presos de novo, caso de Dirceu

“(A prática de) torturas legalizadas, como a revista íntima, a qual poderei ser submetida, certamente não serão impedidas pela presença de uma ala especial”, disse, em referência à ala destinada aos presos vulneráveis que, segundo Andrea, “foi criada especialmente para que o governo brasileiro conseguisse a extradição” de seu marido.

Para evitar a extradição, a defesa de Pizzolato recorreu várias vezes à Justiça italiana e à Corte Europeia afirmando que os presídios brasileiros não oferecem garantias aos direitos humanos dos detentos.Na Itália, ele ainda deverá responder a um processo penal sob a acusação de falsidade ideológica por ter entrado no país com documentos falsos. A primeira audiência está marcada para o dia 14 de dezembro.

Particularidade

Segundo especialistas ouvidos pela BBC Brasil em Roma, a particularidade da decisão sobre Pizzolato é o fato de o Ministério da Justiça da Itália ter autorizado a entrega de um cidadão italiano para um país – no caso o Brasil – que não permite a extradição de pessoas com sua nacionalidade.

“Em dezenas de outros casos, a falta de reciprocidade, que norteia as relações bilaterais entre dois países, fez com que a Itália recusasse a extradição para o Brasil de cidadãos italianos procurados pela Justiça brasileira”, disse o advogado Alessandro Tirelli.

Leia também: Conventos e monastérios que viraram hotéis sonegam impostos e preocupam o Papa

O advogado atribui a mudança na interpretação dos acordos bilaterais à influência do clima político em torno de Pizzolato. “Se fosse um sujeito qualquer, a Itália não teria autorizado a entrega”, disse.

Para ele, a decisão de extraditar o ex-diretor do BB representa “a milésima” derrota da Itália nas relações bilaterais com o Brasil em matéria de Justiça, “especialmente após o caso Cesare Battisti”, ex-ativista condenado a prisão perpétua por mortes no país europeu, que teve a extradição negada pelo governo brasileiro.

(mais…)

Read More
TOP

Vice Governadora da Paraíba entrega de 40 casas no Municipio de Aguiar

A vice governadora Lígia Feliciano entregou, na manhã desta quarta-feira (21), 40 casas do programa Minha Casa, Minha Vida, na cidade de Aguiar. As unidades habitacionais foram entregues sem nenhum custo às 40 famílias que foram beneficiadas. A área destinada para a implantação do conjunto habitacional foi doada pela prefeitura municipal, e a construção das casas foi resultado de uma parceria entre o Governo da Paraíba e o Governo Federal.

As casas entregues em Aguiar possuem 36 metros quadrados de área útil, com uma sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço. Em todas as unidades há adaptações para idosos e pessoas com deficiência. A estrutura é composta por revestimento em cerâmica no piso e nas áreas molhadas de até 1.5 metros, conforme exige o programa Minha Casa, Minha Vida.

O conjunto habitacional, criado a partir da construção das casas, possui infraestrutura básica de abastecimento d’água, energia elétrica, e tratamento de esgotos, por meio de um conjunto coletivo de fossa e filtro.

“Ver  felicidade no olhar de cada pessoa beneficiada com estas casas é algo inexplicável. A casa própria é o grande sonho de todos nós, e o Governo do Estado vem trabalhando sem cessar para conseguir levar essa alegria a famílias de todas as regiões da Paraíba”, disse a vice-governadora Lígia Feliciano.

Segundo dados da Companhia de Habitação Popular (Cehap), na Paraíba já foram construídas mais de 11 mil casas dentro do programa Minha Casa, Minha Vida, e outras 8.112 estão sendo construídas, além das quase 11 mil com projetos aprovados para início das obras. Em abril deste ano, durante visita à Campina Grande, a presidente Dilma Roussef, ao lado do governador Ricardo Coutinho, entregou outras duas mil casas construídas através do programa.(Secom e Sebnews.com.br)

 

 

Read More
TOP

A Renda renascença da Paraíba será destaque no São Paulo fashion Week

A renda renascença da Paraíba estará presente, nesta quinta-feira (22), nas passarelas do São Paulo Fashion Week, um dos mais importantes eventos de moda do Brasil. Trabalhando em parceria com rendeiras de cidades do Cariri, a renomada estilista paulista Fernanda Yamamoto criou a próxima coleção Inverno 2016 e pretende mostrar ao Brasil e ao mundo traços marcantes da cultura paraibana.

O tradicional trabalho manual realizado pelas rendeiras no Cariri atraiu a atenção de Fernanda Yamamoto, que passou a realizar visitas frequentes à Paraíba com o intuito de conhecer melhor a técnica. O trabalho foi desenvolvido conjuntamente com artesãs dos municípios de Camalaú, Monteiro, São João do Tigre, Zabelê e São Sebastião do Umbuzeiro. Nestas cidades vivem rendeiras que preservam a técnica passada de geração para geração e que hoje é considerada patrimônio cultural da Paraíba.

“Foi uma experiência reveladora e continua sendo, porque é algo que realmente me transformou. Acho que nos permite descobrir todo o valor de um trabalho manual que é maravilhoso, que é nosso patrimônio, nossa cultura e a nossa essência. São mulheres que têm amor por aquilo que fazem e a gente descobre o que realmente importa, que são as pessoas por trás das roupas, as histórias que as roupas carregam e a alma que nelas existem”, afirmou a estilista.

Para a gestora do Programa de Artesanato da Paraíba, Lu Maia, levar a renda renascença ao São Paulo Fashion Week é importante para a divulgação do produto e consolidação do artesanato paraibano no mundo da moda. “Vamos mostrar o que temos na Paraíba, o nosso artesanato tipo exportação. Estamos procurando abrir o mercado nacional e também o internacional, pois temos um produto de qualidade e que vem sendo reinventado com novos conceitos”, avaliou.

O estilista paraibano Romero Sousa foi o responsável por apresentar a renda renascença a Fernanda Yamamoto. Segundo ele, as peças produzidas conseguem dar um ar de sofisticação sem deixar de lado a tradição e essência da técnica tipicamente paraibana. “A coleção faz inúmeras referências ao Cariri, através de suas cores e tons. Foi uma experiência enriquecedora para todos, com troca mútua de conhecimento”, observou Romero.

De acordo com Romero Sousa, durante todo o trabalho houve a preocupação em valorizar o trabalho das rendeiras, buscando a melhor maneira de remunerá-las. Para a coleção, as artesãs receberam remunerações com o dobro do valor praticado normalmente no mercado.

A participação no São Paulo Fashion Week conta com o apoio do Programa de Artesanato da Paraíba; Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico; Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep); Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase); Empreender-PB; Secretaria da Mulher e Diversidade Humana; Sebrae; e Coletivo Feminista Cunhã.

Indicação Geográfica – A renda renascença possui o registro de Indicação Geográfica (IG), concedido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Atualmente, no Brasil, existem 44 regiões reconhecidas como IG, das quais apenas sete com foco no artesanato. Desses, dois são da Paraíba: a renda renascença e o algodão colorido. O IG reforça a qualidade do produto fabricado em determinado lugar, valorizando a cultura e as tradições daquela localidade, além de criar um diferencial competitivo no mercado.(Sbnews. com.br)

Read More